A minissérie “Chacrinha: O Velho Guerreiro” estreia nesta terça-feira (14) e, mais uma vez, Petrópolis é cenário para uma produção da Rede Globo. A obra, baseada no filme Chacrinha. O longa conta com boa parte das cenas gravadas em Petrópolis, como no Palácio Quitandinha e no Theatro D. Pedro. Esse é mais um exemplo de produções que escolhem a Cidade Imperial como locação para filmes, novelas e minisséries. Exibições como esta ajudam a divulgar o município e atrair turistas.

Em Chacrinha, a minissérie mostra a personalidade do comunicador revolucionário e inovador, José Abelardo Barbosa, que mudou a forma de fazer TV no Brasil; e a do homem por trás do visual irreverente e inconfundível. O filme abriu oficialmente o III Festival Imperial de Cinema de Petrópolis, em 2018, e contou com a presença de atores e do produtor executivo do filme, o italiano Cosino Valério, que, na ocasião, elogiou o município. Para o prefeito Bernardo Rossi, a cidade tem sido escolhida com frequência por grandes produções.

“E são sempre muito bem recebidos e recebem todo o apoio da prefeitura porque essa mídia positiva e espontânea só traz benefícios para Petrópolis. A exposição da cidade na TV e nos cinemas atrai ainda mais turistas e aquece o setor, que é um dos pilares da nossa economia”, frisa.

Ao longo do ano passado, a cidade ganhou destaque também em um dos folhetins das 18h da Globo: o Palácio Quitandinha serviu de cenário para “Órfãos da Terra” e se transformou na luxuosa residência de um poderoso sheik. Pontos turísticos do município foram usados ainda como cenário para a série Malhação – Toda Forma de Amor, da mesma emissora. Além disso, no primeiro semestre, dois longas foram gravados em Petrópolis: “O Garoto”, com Bruno Gissoni, Thaila Ayala, Carol Castro e Beth Goulart; e “Quem vai ficar com Mário? ”, que tem no elenco Daniel Rocha, Letícia Lima, Felipe Abib e Rômulo Neto. Também em 2019, estreou na HBO “Santos Dumont: mais leve que o ar”, minissérie que foi lançada simultaneamente em toda a América Latina e em seguida para o resto do mundo.

No caso de Chacrinha, a obra é estrelada por Stepan Nercessian e Eduardo Sterblitch. A minissérie produzida pela Globo deverá misturar ficção com arquivos documentais da vida do apresentador.

“O filme do Chacrinha foi uma produção belíssima e os atores e produtores ficaram encantados com a cidade. Será excelente para Petrópolis ter mais essa minissérie baseada no filme”, explica o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), Marcelo Florencio. “Petrópolis tem um potencial cenográfico incrível. Nosso patrimônio histórico e todas as belezas do município atraem produções de todos os tipos”, completa o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

Facebook Comments