Imagens divulgadas pela Justiça da Califórnia, nos EUA, mostram que Vanessa Marquez, atriz que ficou conhecido por sua participação no seriado ‘ER: Plantão Médico’ e morta a tiros por policiais em agosto de 2018, ameaçou as as autoridades com uma réplica de arma de fogo, pedindo para que eles a matassem. 

Nesta segunda-feira (2), o Departamento de Polícia de South Pasadena compartilhou vídeo que mostram todos os detalhes do acontecimento, enquanto o Ministério Público do Condado de Los Angeles divulgou a análise do incidente. Os policiais envolvidos na ação agiram em “legítima defesa”, segundo a decisão da justiça. 

No dia 30 de agosto de 2018, os policiais Gilberto Carrillo e Christopher Perez responderam uma ocorrência na residência de Marquez – famosa por interpretar a personagem Ana Delgado em “E.R”. Eles haviam recebido uma ligação de um parente fora do estado preocupado com o bem-estar da atriz de 49 anos.

O vídeo divulgado (veja abaixo) mostra os dois entrando na casa, que estava bagunçada com caixas e diversos itens espalhados. Os oficiais – equipados com câmeras corporais – encontraram a atriz deitada em sua cama, tendo uma convulsão. 

“Não me leve ao hospital”, disse a atriz aos policiais, que chamaram paramédicos ao local para prestar atendimento. Cerca de 30 minutos de conversa entre os profissionais e a atriz sobre a situação da sua saúde mental e física, um dos oficiais se aproximou e perguntou: “Você está tendo convulsões e está sozinha em casa. Você entende que isso é uma grande preocupação para mim?”.

Na gravação, o policial ainda perguntou se Marquez está tomando algum tipo de medicação e quando foi a última vez em que viu seu médico. A polícia, então, determinou que ela teria que ser internada para uma avaliação psicológica. “Você não é uma presidiária, mas você virá com nós”, disse. “Eu não vou”, respondeu, repetidamente, a atriz.

Vanessa, então, sacou uma arma. “Largue a arma”, gritou o policial. “Me mate”, respondeu a atriz. Os policiais, então, recuaram, saíram da residência da atriz e aguardaram na escada do prédio. Após tentativas de contato, Vanessa apareceu com o revólver apontado em direção aos oficiais, que abriram fogo contra a atriz.

Ainda em 2018, autoridades determinaram que o revólver era um simulacro – uma arma falsa “parecendo uma arma de fogo Beretta 92FS”, disseram. Um ano depois, a mãe de Marquez, Delia McElfresh, registrou uma reclamação pedindo US$ 20 milhões em danos à cidade pela morte ilícita de sua filha. Ela alegou negligência e reação exagerada dos policiais.

Vanessa Marquez, de 49 anos, trabalhou na série ‘Plantão Médico’ entre 1994 e 1997. Ela também trabalhou nas série ‘O Homem da Máfia’, além do filme ‘O Preço do Desafio’ (1988).

A família de Marquez manifestou indignação após a divulgação das imagens da polícia. Em comunicado oficial, divulgado ao The Independent, o advogado da família disse que os parentes da atriz não foram informados que o material seria publicado. 

“A mãe de Vanessa acha que era irresponsável que o vídeo fosse publicado sem qualquer pré-aviso para ela. Ela é uma mãe em luto, e a cidade nunca uma vez entrou em contato com ela para se encontrar com ela e explicar as circunstâncias da morte da filha. “Ela se sente ainda mais violada pela maneira como foi tratada e desconsiderada”, afirmou o advogado.

Comentários