Uma família argentina estava mantendo um filhote de puma (onça-parda) como animal de estimação em casa. O animal foi resgatado na última sexta-feira (04), no bairro de Matadores, pela agência de proteção a animais da Argentina, conforme informado pelo portal G1.

Os veterinários que acolheram o filhote de puma estimam que ele tenha cerca de seis meses, é uma fêmea e estava bem alimentada. O “dono” estava dando frango e restos de comida ao animal.

A pequena onça foi levada ao Bioparque Temaikén, um zoológico próximo de Buenos Aires, depois que um vizinho a viu na propriedade e acionou a polícia. O dono da casa que o animal foi encontrado acabou sendo indiciado por maus tratos. Na lei argentina é proibido manter bicho silvestre dentro de casa.

Na versão dada pela família à polícia, o animal teria sido resgatado por eles numa estrada na província e Santiago del Estero. Porém, as autoridades não acreditaram nessa história já que é comum a compra de animais silvestres, como puma , nas estradas do país.