Dando início as comemorações aos 110 anos do Coritiba, o Couto Pereira viveu uma noite diferente nesta sexta-feira (11) e transformou-se em um cinema a céu aberto, com a exibição do filme Alex Câmera 10, que homenageia o ex-jogador Alexsandro de Souza. Cerca de 1.500 pessoas estiveram presentes para assistir o documentário, segundo o clube.

Com dois telões na beira do campo, e uma noite que contribuiu para o espetáculo, os torcedores ficaram acomodados no setor Pro Tork, onde muitos se emocionaram ao acompanhar a volta do camisa 10 ao Coritiba, em outubro de 2012, e a despedida do meia dos gramados. Nem mesmo o atraso de 45 minutos para o início do filme desanimou os torcedores presentes.

“O sentimento é algo muito individual. Eu, internamente, tenho uma felicidade muito grande, recordo do meu início. Isso faz eu olhar para trás e ver que isso valeu a pena. É algo único e que a gente tem que tentar desfrutar bem”, disse Alex à Gazeta do Povo.

“É um sentimento de orgulho. O Alex é um símbolo do Coritiba, ele levou o nome do clube pelo mundo. Dentro do gramado, ele foi um jogador que transmitiu talento, lealdade e princípios, uma referência positiva para gente e isso que tentamos passar para o Matheus”, disse Elison, 46 anos, torcedor do Coxa e pai de Matheus.

Um dos momentos mais marcantes foi quando Dirceu Krüger, ídolo falecido do clube, deu seu depoimento no filme. Era possível ver torcedores emocionados e pais explicando aos seus filhos quem foi o ‘Flecha Loira’.

Apesar do momento negativo que o time vive dentro de campo, nenhum grande protesto contra a atual diretoria aconteceu. Apenas gritos isolados quando o filme travou algumas vezes.

“É um momento de relembrar a força do Coxa. Ele não passa por um momento bom desde que caiu, mas, acima de tudo, temos que relembrar o histórico que o Coritiba tem no futebol”, disse Tcheco, ex-jogador e ídolo do clube.

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.