‘4º CINEFOOT EXTRAORDINÁRIO’. A mostra reúne, no CCBB, 12
filmes sobre futebol de 28 de junho a 15 de julho. Sex, às
17h: “Memórias do chumbo — O futebol nos tempos do Condor” (2012), de Lúcio de
Castro. Às 19h: “Democracia em Preto e Branco” (2013), de Pedro Asbeg. Sáb,
às 17h: “Maracanã” (2014), de Sebastián Bednarik e Andrés Varela; às 19h: “1976
— O ano da invasão corintiana” (2016), de Ricardo Aidar e Alexandre Boechat. Dom,
às 17h: “Campinho” (2016), de Eduard Bordukov. Às 19h: “Loucura que apaixona minha
cidade” (2014), de Maximiliano Baldi. Todos os filmes não são recomendados para
menores de 12 anos.

MOSTRA 21 ANOS DA
CAVÍDEO. De 19 a 25 de julho, a produtora comemora 21
anos exibindo sete longas inéditos em sessões seguidas de debates com os
diretores. Qui, às 21h30m: “Semente da música brasileira”
(Brasil, 2018), de Patricia Terra.

MOSTRA
DE CINEMA JAPONÊS. No âmbito das exposições em cartaz
na galeria, a mostra exibe filmes de cineastas japoneses. Sex,
às 17h: “Swing girls”, de Shinobu Yaguchi (Japão, 2004). Sáb,
às 15h: “Voo feliz”, de Shinobu Yaguchi (Japão, 2008). Às 17h: “O jardim das
palavras”, de Makoto Shinkai (Japão, 2013). Dom, às 15h: “O
lugar prometido na nossa juventude”, de Makoto Shinkai (Japão, 20041). Às 17h:
“A Esposa de Villon”, de Kichitaro Negishi (Japão, 2009). Todos os filmes não
são recomendados para menores de 12 anos.

‘ÓPERA
NA TELA’. O festival reúne produções da temporada
europeia. Instituto Moreira Salles, qua, às 18h30m: “Don
Giovanni”, de Mozart, com direção de de Jean-François Sivadier, regência de
Jeremie Rhorer e Orquestra Le Cercle de l’Harmonie. Duração: 3h10m, em dois
atos. Não recomendado para menores de 12 anos.