Trompetes e instrumentos percussivos deram o tom do início de uma das celebrações mais importantes de Salvador: a festa de Santa Bárbara. O festejo é católico, mas Iansã, orixá feminino associado à figura da santa, também foi celebrada por milhares de féis nesta quarta-feira (4), em Salvador.

A celebração a Santa Bárbara abre o calendário de festas populares de Salvador. Os baianos sentem esse evento do ano como uma dupla comemoração. É o momento em que católicos, candomblecistas e umbandistas se reúnem para reverenciar a santa católica, protetora das tempestades e padroeira dos bombeiros, mas também Iansã, rainha dos trovões, senhora do vento e da tempestade.

A celebração católica traz algumas das características musicais dos terreiros onde Iansã é deusa. Atabaques e timbaus guiaram os cânticos religiosos cristãos e entre uma música e outra, católicos e povo de santo reverenciaram seus santos.

Antes mesmo da missa, os fiéis já circulavam pelo Pelourinho e entravam na Igreja de Nossa Senhora do Rosário, onde são feitas as homenagens à santa. O templo religioso com mais de 300 anos é administrado pela Irmandade dos Homens Pretos, responsável pela festa à santa. São os integrantes da irmandade, junto a fiéis católicos que preparam o andor de Santa Bárbara e balaios de flores para homenageá-la.

Com as vestes vermelhas e brancas que fazem referência a Santa Bárbara e Iansã, fiéis lotaram o Largo do Pelourinho nesta quarta-feira ensolarada. A temperatura variando entre 25º e 31ºC exigiu dos fiéis bastante água, boné e óculos escuros, mas muita gente optou mesmo por uma cerveja gelada. Um aperitivo para o caruru que vem em seguida, distribuído pelo Corpo de Bombeiros, após a procissão, na sede da corporação, na Barroquinha.

Na procissão, que começou após a missa e por volta das 10h20, os fiéis andaram pouco mais de um quilômetro. Eles passaram pelas ruas Gregório de Mattos, João de Deus, Terreiro de Jesus, Praça da Sé e Ladeira da Praça, todas no Centro Histórico de Salvador, até chegar ao Corpo de Bombeiros.

No local, a imagem de Santa Bárbara foi entregue aos bombeiros, fez uma parada na sede e foi homenageada mais uma vez pelos fiéis que estiveram no local. Diante do dia ensolarado e de calor, os bombeiros selaram a festa e refrescaram os fiéis com a água que saiu de um antigo carro dos bombeiros, colocado na praça do quartel.

Facebook Comments