Imagine um copo de água cheio de fatias de pepino. Há algo mais refrescante do que isso? Pontos extras se você colocar essas fatias sobre suas pálpebras depois. Mas quando se trata de comê-lo? Você conhece os benefícios do pepino?

Bom, temos boas notícias para quem adora por esse alimento no prato. “Como qualquer vegetal , pepinos têm benefícios para a saúde, e mesmo que não sejam tão reconhecidos como a couve, por exemplo, não significa que eles não são bons”, diz Jessica Perez, nutricionista dos Estados Unidos. Portanto, agora você (finalmente!) conhecerá todos os benefícios do pepino !

Calorias: 16 Proteína: 1 g Gordura: 0 g (0 g saturada) Fibra: 1 g Carboidratos: 4 g Açúcar: 2 g Sódio: 2 mg

Vitamina C: 14% da Ingestão Diária Recomendada (IDR) Vitamina K: 62% do IDR Magnésio: 10 por cento do IDR Potássio: 13 por cento do IDR Manganês: 12% do IDR

Os cientistas têm trabalhado duro para desbancar a ideia de que pepinos são basicamente complementos de salada. De acordo com o “Journal of Aging Research e Clinical Practice”, pepinos contêm um grupo de polifenóis chamados lignanas, que podem ser úteis no tratamento de cânceres relacionados ao estrogênio.

Perez diz que eles também contêm outros tipos de antioxidantes como beta-caroteno e flavonóides, que ajudam a combater a inflamação e proteger as células contra doenças crônicas.

A hipertensão arterial, ou hipertensão, pode deixar você em risco de desenvolver um aneurisma, derrame ou pior. Uma vez que os pepinos são ricos em potássio eletrólito, eles podem reduzir a retenção de água induzida por sódio e, portanto, reduzir a pressão arterial, de acordo com a American Heart Association.

Mas, é claro, pepinos não vão compensar o dano de um saco inteiro de batatas fritas por dia, então se você tiver pressão alta, certifique-se de também reduzir hábitos prejudiciais (como fumar, manter um estilo de vida sedentário e comer alimentos saturados com excesso de gordura e colesterol).

Basicamente todas as calorias em pepinos (e sim, não há muitas) vêm da fibra. De acordo com Perez, a fibra ajuda a melhorar a saúde intestinal e a regularidade do movimento intestinal. Além disso, é benéfica no manejo de certas condições, como diabetes e colesterol alto, e até preenche o estômago para evitar que você coma em excesso.

Manter-se hidratada é crucial para transportar nutrientes para as células,  prevenir a constipação e eliminar as bactérias, para citar apenas algumas coisas. Perez diz que comer pepinos pode ajudá-la a atingir sua ingestão diária recomendada de líquidos (oito xícaras de água).

“A quantidade de água que você ingerir de pepino depende do tamanho da sua porção, mas como eles são feitos de 95% de água , você pode ter certeza que uma xícara irá contribuir significativamente para suas necessidades de água”, de acordo com Bonnie Taub-Dix, nutricionista e criadora de BetterThanDieting.com (EUA).

Como mencionado, os pepinos possuem muita fibra , o que é ótimo para um intestino saudável. Mas quando você os come em forma de salmoura, eles são realmente superstars nesta categoria. Pickles são feitos de pepinos com a mistura certa de especiarias, sal e vinagre em conserva. “O processo de fermentação os torna combustível perfeito para o seu intestino”, diz Taub-Dix. O aumento das “boas bactérias” em seu intestino está associado a uma série de benefícios, como melhor imunidade e intestinos funcionais.

Não há um alimento ou exercício específico que seja o único responsável pela perda de peso ou manutenção, mas os pepinos certamente são um ótimo complemento para isso. “Eles podem ajudar com a perda de peso, no sentido de que, se você se encher deles, será menos provável que coma fast food, já que podem ser um alimento muito farto”, diz Perez.

Semelhante a como eles podem ajudá-la a manter um peso saudável, pepinos são necessários para manter a diabetes sob controle. Perez, mais uma vez, observa que, por serem ricos em água, eles se expandem em seu estômago. Com isso, reduzem o desejo por lanches açucarados, o que é uma ótima maneira de regular os níveis de insulina.

O cálcio não é o único nutriente que mantém os ossos fortes – a vitamina K também. Um estudo da revista PLos Medicine descobriu que mulheres na pós-menopausa que tomaram cinco miligramas de vitamina K por dia durante dois anos tiveram 50% menos fraturas do que o grupo que não consumiu. Como a vitamina K ajuda a coagular o sangue, no entanto, converse com seu médico antes de qualquer aumento repentino na ingestão de pepino, se você estiver tomando anticoagulantes.

Além de todos esses benefícios do pepino, ele ainda tem um sabor super neutro, então funciona muito bem em vários pratos, ou como um simples lanche.

Na hora de escolher os nomes dos filhos, os pais contam com uma infinidade de opções à disposição. No entanto, uma gestante, que espera uma menina, quer usar um nome em especial. Só há um problema: ela tem uma amiga com um cachorro com o mesmo nome. 

De acordo com o “Daily Star”, a história foi compartilhada no Facebook pela amiga em questão, Jennay. Na post, ela conta que a grávida entrou em contato pedindo para ela mudar o nome do cachorro, que é Tilly, porque ela deseja usá-lo em sua filha que vai nascer. 

“De repente, ela me manda uma mensagem dizendo que está grávida de novo e acho estranho que ela esteja me dizendo isso, mas falo ‘parabéns, estou super feliz por você”, escreve. 

Em seguida, as coisas tomam um rumo inesperado quando a grávida pediu para Jennay lhe fazer um pequeno favor. “Ela diz, ‘quero nomear minha filha de Tillie, mas fiquei sabendo que você tem um cachorro chamado Tilly. Eu realmente apreciaria se você mudasse o nome dele. Obviamente você entende que minha filha não pode ter o mesmo nome que um cachorro’”, afirma. 

A dona do cão, no entanto, se recusou a aceitar o pedido, o que enfureceu a grávida que a acusou de não entender a gravidade da situação, dizendo que isso estaria “potencialmente arruinando a vida da filha dela ao nascer.”

A publicação feita no Facebook foi compartilhada por um internauta no Twitter – e muitos usuários defenderam Jennay. “Eu iria bloquear essa mulher e seguiria em frente com a minha vida. Não dá para entender o que algumas pessoas pensam”, diz um. E aí, será que o cachorro ganhou um novo nome ? 

Há dois anos, Iiris Heikkinen, da Finlândia, estava com descamação do couro cabeludo e precisava encontrar uma solução para esse problema. Então, a estudante, que hoje tem 24 anos, tomou uma decisão: parar de lavar o cabelo com shampoo e condicionador. Em vez disso, ela passou a usar apenas água e uma gota de óleo de coco para manter os fios hidratados.  

Ao Daily Mail , ela afirma que depois que parou de lavar o cabelo do modo “convencional”, os fios ficaram mais saudáveis e a descamação parou. “Antes eu lavava o cabelo a cada dois dias e meu couro cabeludo estava muito ressecado e coçava. Algumas semanas depois de parar de usar shampoo, a coceira passou”, relata ao portal britânico. 

O método de não usar shampoo e condicionador se chama ” no poo ” e consiste, basicamente, em encontrar alternativas para os produtos que as pessoas estão acostumadas. Isso não quer dizer que é preciso deixar o shampoo de lado, mas procurar aqueles que  não tenham sulfato , silicone e parabenos na composição. Iiris quis ir além e usar apenas água. 

Ela conta que nos primeiros meses o cabelo parecia “sujo”, mas que continuou mantendo a rotina apenas com água e logo “voltou ao normal”. “Agora, quando as pessoas me encontram, elas não tem ideia que eu não uso shampoo e ficam surpresas quando comento.”

Antes de largar os produtos para cabelo de vez, a jovem costumava lavar os fios com shampoo e condicionador orgânicos.  “Acho que é melhor para o meio ambiente, não apoia os testes em animais e também faz você se sentir mais saudável por só usar ingredientes naturais”, diz.

Porém, quando percebeu que estava com o couro cabeludo descascando, preferiu encontrar outras alternativas. “Pesquisei coisas como ‘como lavar seu cabelo sem shampo’ e descobri os grupos no Facebook para pessoas adeptas do no poo. Os membros sempre trocam dicas e eu li todas as experiências. Muita gente recomendou  vinagre de maça e bicarbonato de sódio .” 

Depois de alguns meses testando a receita, ela preferiu deixar esses ativos de lado e agora lava o cabelo apenas com água e, as vezes, óleo de coco para hidratar o fio ou talco para dar textura. Segundo  Iiris, isso fortaleceu seu cabelo e o deixou com ondas mais definidas, além de uma tonalidade de loiro mais clara e natural. 

“Isso deixou a minha vida tão mais fácil — mesmo com coisas que eu nem imaginava, como viajar. Agora eu não preciso me preocupar em levar todas as embalagens de vários produtos diferentes comigo. E eu amo os benefícios para o meio ambiente, como usar menos plástico.” 

“Eu amo esse método, mas entendo que o cabelo e o estilo de vida de cada um é diferente. Mas para quem quer testar, eu diria para fazer isso. Por que não? Meu cabelo está mais saudável do que nunca e eu não sinto falta de shampoo”, finaliza. 

O “no poo”, que significa “nenhuma espuma”, em português, é uma técnica que dipensa alguns agentes químicos e aposta em fórmulas de composição mais leves. A ideia é diminuir o uso de sulfato, parabenos, silicone, óleos minerais e outros ativos que prejudicam os fios e estão nas fórmulas da maioria dos produtos para os cabelos. 

A técnica consiste em lavar sem shampoo, usando apenas  produtos condicionantes que são específicos e possuem agentes de limpeza. Outra alternativa para o “no” é fazer como a jovem finlandesa e apostar apenas na água para lavar o cabelo , combinando óleos e outros produtos apenas para hidratação e os demais cuidados. 

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), mandou um recado duro ao secretário de Fazenda do Estado, Rogério…

Comentários

Você não precisa sofrer pra fazer dieta.

entre para o Desafio 19 dias