A dieta da serpente poderia ajudar pessoas que buscam soluções rápidas para perder peso, no entanto, ela é extremamente radical e mostra-se uma alternativa perigosa para quem está insatisfeito com os quilinhos extras.

Segundo o sítio estrangeiro Health Line, não se pode confundi-la com a dieta cetogênica, apesar de ambas usarem mecanismos fisiológicos parecidos.

Baseada na crença de que os seres humanos historicamente passavam muito tempo em escassez de alimentos, a dieta tenta recriar estes períodos.

Ela foi inventada por Cole Robinson, uma pessoa que se considera treinador, mas não tem qualificação nenhuma em medicina, nutrição ou biologia.

Basicamente, a dieta é caracterizada por períodos muito longos de jejum intermitente interrompidos por uma janela de uma a duas horas de alimentação.

Para complementar, o criador não indica tomar nada durante a o jejum, apenas uma bebida eletrolítica apelidada por ele de Snake Juice (suco de cobra), que consiste em:

Como a dieta é composta por períodos longos de fome, é fácil perder peso, contudo o preço a ser pago é muito alto. De acordo com o Health Line, “restringir calorias e jejuar ajudam a uma perda de peso extremamente rápida, mas como a dieta não repõe os nutrientes, o processo é muito perigoso”.

Ficar muito tempo sem se alimentar obriga o corpo a quebrar reservas de gordura e massa muscular para manter o funcionamento dos órgãos vitais.

Por esses motivos, tenha muito cuidado com esta dieta e consulte um nutricionista para descobrir qualquer a melhor estratégi para você.

Comentários

Você não precisa sofrer pra fazer dieta.

entre para o Desafio 19 dias