Descubra quais são os tipos de queijos ideais para quem quer emagrecer

Como petisco, no sanduíche ou até mesmo acompanhando um docinho, quem não aprecia um bom queijo? Mas, devido ao seu maior teor de gordura, é muito comum ver pessoas com receio em consumi-lo

De acordo com o Guia Alimentar para a População Brasileira – material desenvolvido pelo Ministério da Saúde – , esses laticínios estão presentes na pirâmide alimentar e devem ser mantidos em uma dieta saudável. O ideal, porém, é apreciá-los de forma equilibrada, de acordo com o objetivo dietético. Algumas informações podem facilitar na escolha e quantidade recomendada

Delivery de queijos artesanaisOpções de queijos DivulgaçãoApulia queijos – Brasília(DF), 04/09/2015Eles podem, sim, ser consumidos na dieta Foto: Daniel Ferreira/MetrópolesQueijos Tarsitano – Sabor de origemMas é preciso fazer escolhas saudáveis Divulgação0Para aqueles que visam emagrecimento, queijos como minas frescal, cottage, ricota e creme de ricota são os tipos que contêm menos gordura. Desses, o cottage contém menos calorias e maior quantidade de proteínas por porção

Os queijos brancos também são ricos em cálcio, além de não terem corantes e aditivos químicos. Por isso, podem ser considerados mais saudáveis. A única restrição seria aos intolerantes à lactose, já que esse tipo apresenta um maior teor do açúcar presente no leite e derivados

Os queijos amarelos, por sua vez, têm mais gorduras. Os tipos muçarela, parmesão, provolone, camembert e brie apresentam pouco teor de lactose na composição. Todas essas opções podem ser apreciadas em qualquer dieta, mas cuidado para não abusar, uma vez que é alta a quantidade de sódio

Por fim, fuja ao máximo dos ultraprocessados, repletos de aditivos na composição, inclusive gordura vegetal

Ao ler a tabela nutricional, é comum encontrar substâncias como acidulantes, conservantes, espessantes e estabilizantes. Por isso, eles podem ser prejudiciais à saúde, considerando consumo em altas quantidades. Alguns exemplos desses queijos ultraprocessados são o catupiry, cheddar e Polenguinho. Essa modalidade, aliás, é considerada produto alimentício, e não alimento

Leia também  Ex-médico escondia couve-flor no puré para Donald Trump emagrecer

Uma dica básica é manter atenção para a tabela nutricional. Os queijos de verdade devem conter apenas leite, fermento e sal na composição. Aqueles com muitos ingredientes, que normalmente fogem do tradicional, costumam ser os vilões da saúde. Gosta de um requeijão, por exemplo? Qual tal fazer em casa? O mesmo vale para os outros tipos. Quanto mais artesanal, melhor

(*) Thaiz Brito é nutricionista pós-graduanda em Nutrição Esportiva Clínica