Além de cuidar da sua dieta e praticar exercícios, vários outros fatores podem influenciar a perda de peso e gordura, especialmente se você estiver querendo emagrecer rápido.

Felizmente, existem várias ações simples que você pode incorporar na sua rotina para te ajudar a perder peso de maneira rápida e fácil.

O treino de resistência é um tipo de atividade física que envolve trabalhar contra algum tipo de peso para construir músculos e aumentar a força.

O uso de equipamentos de ginástica ou a realização de exercícios com peso corporal em casa são duas maneiras fáceis e eficazes de iniciar o treinamento de resistência e melhorar a perda de peso.

O treinamento de resistência também ajuda a aumentar e preservar a massa magra do corpo no processo de emagrecimento, o que pode aumentar o número de calorias que seu corpo queima em repouso.

Vários estudos descobriram que comer mais proteínas de alta qualidade está associado a um menor risco de gordura da barriga. Um estudo também mostrou que uma dieta rica em proteínas pode ajudar a preservar a massa muscular e o metabolismo durante a perda de peso.

Aumentar a ingestão de proteínas também pode aumentar a sensação de saciedade, diminuir o apetite e reduzir a ingestão de calorias para ajudar na perda de peso.

Ir para a cama um pouco mais cedo pode ajudar a aumentar a queima de gordura e impedir o ganho de peso. Vários estudos descobriram uma associação entre dormir bem e perder peso.

Um estudo com 68.183 mulheres mostrou que, aquelas que dormiam cinco ou menos horas por noite durante um período de 16 anos, eram mais propensas a ganhar peso do que aquelas que dormiam por mais de sete horas por noite.

Outro estudo mostrou que uma melhor qualidade do sono e obter pelo menos sete horas de sono por noite aumentaram em 33% a probabilidade de perda de peso bem-sucedida em 245 mulheres inscritas em um programa de perda de peso de seis meses.

Outras pesquisas mostram que a falta de sono pode contribuir para alterações nos hormônios da fome, aumento do apetite e maior risco de obesidade.

Embora todo mundo precise de uma quantidade diferente de sono, a maioria dos estudos descobriu que dormir pelo menos sete horas por noite está associado aos maiores benefícios quando se trata de peso corporal.

Atenha-se a um horário regular de sono, limite a ingestão de cafeína e minimize o uso de dispositivos eletrônicos antes de dormir para ajudar a apoiar um ciclo de sono saudável.

Além de seus efeitos potenciais sobre a saúde do coração e o controle de açúcar no sangue, o aumento da ingestão de vinagre pode ajudar a aumentar a queima de gordura, de acordo com algumas pesquisas.

Um estudo constatou que o consumo de 1-2 colheres de sopa (15 a 30 ml) de vinagre diariamente reduz o peso corporal, a gordura da barriga e a circunferência média da cintura das pessoas durante um período de 12 semanas.

O consumo de vinagre também demonstrou aumentar a sensação de saciedade e reduzir o apetite. Outro pequeno estudo de 11 pessoas mostrou que a adição de vinagre à dieta reduzia a ingestão calórica diária em até 275 calorias.

É fácil incorporar vinagre em sua dieta. Por exemplo, muitas pessoas diluem o vinagre de maçã com água e bebem-no como bebida algumas vezes por dia nas refeições.

No entanto, se beber vinagre direto na água não parecer uma coisa lá muito atraente, você também pode usá-lo para fazer molhos e marinadas.

Embora possa parecer contra-intuitivo, aumentar sua ingestão de gorduras saudáveis ​​pode realmente ajudar a impedir o ganho de peso e a manter-se saciado.

Um estudo descobriu que seguir uma dieta mediterrânea rica em gorduras saudáveis ​​a partir de azeite e nozes estava associada a um menor risco de ganho de peso em comparação com uma dieta com baixo teor de gordura.

Outro pequeno estudo constatou que, quando as pessoas que tomam uma dieta para perda de peso ingerem duas colheres de sopa (30 ml) de óleo de coco diariamente, perdem mais gordura da barriga do que aquelas que recebem óleo de soja.

Enquanto isso, foi demonstrado que tipos de gordura não saudáveis, como gorduras trans, aumentam a gordura corporal, a circunferência da cintura e a gordura da barriga em estudos em humanos e animais.

Azeite, óleo de coco, abacate, nozes e sementes são apenas alguns exemplos de tipos saudáveis ​​de gordura que podem ter efeitos benéficos na queima de gordura.

No entanto, lembre-se de que a gordura saudável ainda é rica em calorias, então, modere o quanto você consome. Em vez de comer mais gordura em geral, tente trocar as gorduras não saudáveis ​​em sua dieta por essas variedades de gordura saudáveis.

O álcool também é rico em calorias e tem o efeito adicional de diminuir suas inibições, aumentando a probabilidade de você comer demais.

Estudos descobriram que o consumo de bebidas açucaradas e álcool está associado a um maior risco de gordura da barriga. Limitar a ingestão dessas bebidas pode ajudar a reduzir a ingestão de calorias e manter a cintura sob controle. Em vez disso, opte por bebidas sem calorias, como água ou chá verde.

Em um pequeno estudo de 12 semanas, beber 500 ml de água antes das refeições aumentou a perda de peso em 2 kg em comparação com um grupo controle.

O chá verde é outra ótima opção. Ele contém cafeína e é rico em antioxidantes, os quais podem ajudar a aumentar a queima de gordura e melhorar o metabolismo. Por exemplo, um estudo em 12 adultos mostrou que o extrato de chá verde aumentou a queima de gordura em 12% em comparação com um placebo.

A troca de apenas uma ou duas porções de bebidas com alto teor calórico por um copo de água ou uma xícara de chá verde é uma maneira simples de promover a queima de gordura.

A fibra solúvel absorve a água e se move lentamente pelo trato digestivo, ajudando você a se sentir mais cheio por mais tempo. Segundo alguns estudos, aumentar sua ingestão de alimentos ricos em fibras pode proteger contra o ganho de peso e o acúmulo de gordura.

Um estudo com 1.114 adultos constatou que, para cada aumento de 10 gramas na ingestão de fibras solúveis por dia, os participantes perdiam 3,7% de sua gordura da barriga por um período de cinco anos, mesmo sem outras alterações na dieta ou no exercício.

Outra revisão também constatou que o aumento da ingestão de fibras promoveu sentimentos de plenitude e diminuição da fome. De fato, um aumento de 14 gramas de fibra por dia foi associado a uma diminuição de 10% na ingestão de calorias.

Frutas, legumes, grãos integrais, nozes e sementes são alguns exemplos de alimentos ricos em fibras que podem aumentar a queima de gordura e a perda de peso.

Comentários