Estratégia que emagreceu Marília Mendonça é a mesma que famosas usam para secar rápido

Antes mesmo de engravidar do primeiro filho, Marília Mendonça tinha dado início a um processo de renovação de hábitos alimentares. Após dar à luz, a cantora decidiu retomar a dieta e, em um ano, disse que chegou ao menor peso desde o nascimento de Leo.

Você pode ganhar de 2mil a 5mil reais vendendo geladinhos gourmet!

Para alcançar seus objetivos, Marília Mendonça adotou uma estratégia de emagrecimento que já foi usada por várias outras famosas para secar rápido: o jejum intermitente.

O método possui variações, que devem ser avaliadas por um profissional para cada pessoa, mas a mais comum é a do protocolo 16/8. Em linhas gerais, nada mais é do que ficar sem comer por 16 horas das 24 horas do dia e se alimentar na janela das 8 horas restantes. Mas é importante ressaltar que existe uma série de regras a serem seguidas para evitar problemas de saúde.

No jejum intermitente, nos períodos em que o corpo não recebe “combustível” em forma de comida, ele é obrigado a gastar os “estoques” de energia – ou seja, gordura – para funcionar. O método, portanto, ajudaria a diminuir processos inflamatórios, regularia a produção hormonal e melhoraria as defesas do corpo.

A dieta do jejum intermitente, porém, está longe de ser uma unanimidade. Os críticos do regime afirmam que passar muitas horas sem comer nenhum alimento prejudica o funcionamento do organismo, retarda o metabolismo e ainda poderia causar o efeito rebote.

De acordo com Thaisa Albanesi Santos, médica especializada em Medicina Funcional Integrativa, jejum intermitente não é só ficar sem comer. A profissional explica que alguns erros prejudicam os resultados e ainda podem provocar diversos desconfortos.

Muita gente que testa a estratégia, por exemplo, relata cansaço, dores de cabeça, confusão mental e irritabilidade ao longo do processo. É por isso que o jejum intermitente, assim como qualquer plano alimentar, deve ser indicado e orientado por um profissional de saúde.

Leia também  Emagrecer com dietas: os mecanismos do nosso corpo que dificultam a perda de peso

Aliado ao jejum intermitente, Marília adotou a dieta “low carb” que, basicamente, envolve uma alimentação com uma quantidade reduzida de carboidratos, presente em pães, massas, frutas e legumes, mas sem cortá-lo totalmente das refeições.

O protocolo do jejum intermitente não é uma novidade e já foi adotado por várias famosas, no Brasil e no mundo. Sabrina Sato, por exemplo, já aderiu ao jejum intermitente de 14 horas duas vezes por semana para se preparar para o Carnaval.

Deborah Secco decidiu fazer o jejum intermitente logo depois de dar à luz. A atriz foi ainda mais radical no processo e chegava a passar até 23 horas sem comer.

Fernanda Muller, nutricionista de Deborah na época, contou que esse método foi usado somente no período pós-parto, de maneira pontual, para que a atriz enxugasse medidas para posar em uma capa de revista.

Assim como Marília, Sabrina e Deborah apostaram no jejum intermitente com diminuição do consumo de carboidrato. Além dos longos períodos sem comer, elas fizeram a dieta paleolítica, normalmente indicada para quem adere ao jejum.

A ideia é fazer com que a pessoa coma menos carboidrato e mais gorduras e proteínas para que o corpo consiga tirar energia da gordura corporal durante os períodos de jejum.

Com isso, o metabolismo acelera, a perda de gordura é potencializada e o corpo fica definido. Além disso, o aumento do consumo de gorduras boas promove saciedade, garantindo que a pessoa não sinta fome durante os períodos sem comer.

VIX™ – ©VIX Inc – 2005-. Política de Privacidade Termos de uso Contato