É bastante comum ouvir que alguém está fazendo dieta, mas não está fazendo nenhum tipo de atividade física. O inverso também acontece. Uma mistura de fórmulas é aplicada no dia a dia de quem deseja emagrecer ou deseja ter uma vida mais saudável, mas qual delas funciona, afinal? Como a dúvida principal é se só fazer exercício funciona ou se só melhorar a alimentação funciona, focaremos na solução desta questão. 

De acordo com o diretor da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE), Fernando Torres, ao comparar alimentação com prática de atividade física, é a alimentação quem garante resultados mais eficazes. “Restringir calorias é muito mais fácil do que queimá-las”, afirma. 

Ainda segundo Torres, cortar a ingestão de 500 calorias por dia, por exemplo, não terá grande impacto no dia a dia em termos de sentir fome, mas fará com que a pessoa teoricamente “emagreça” essa quantidade diariamente. “Para ter o mesmo efeito com o exercício, seria preciso fazer um treino intenso todos os dias. A dificuldade é bem maior”, destaca o diretor.  

Uma questão interessante que precisa ser considerada é que existe o perder peso e existe o emagrecer. São objetivos totalmente diferentes. O trabalho conjunto de atividade física e alimentação melhora a composição corporal, isto é, a relação entre massa magra e gordura. De acordo com Gilberto Coelho, especialista em fisiologia do exercício pela Unifesp, “o excesso de gordura só é perdido por meio de atividade física, principalmente a aeróbica, que acelera o metabolismo e reduz a gordura. Mas, se a pessoa não muda a dieta, apesar de usar a gordura como fonte de energia, acaba compensando na alimentação e não emagrece”.

Torres concorda: “Para emagrecer, é preciso gastar mais energia do que se consome. E é claro que isso pode ser atingido restringindo calorias da dieta ou as queimando, por meio de exercício. Mas, certamente, a melhor estratégia é a combinação, pela dificuldade de fazer isso isoladamente”.

Portanto, ao unir a restrição alimentar ao exercício, o objetivo se torna mais fácil de ser alcançado, pois gasta-se mais calorias. Se você está fazendo uma dieta para ganhar massa muscular ou se o seu foco é emagrecer, o ideal é seguir por um caminho de combinação: exercícios físicos e uma alimentação equilibrada, que restringe o consumo exagerado de calorias.

Comentários