Ingerir bactérias para emagrecer? Produto anunciado por ex-BBB não funciona

Na última quarta-feira (16), a influenciadora e ex-BBB Mayra Cardi usou sua conta no Instagram para anunciar a venda de um produto conhecido como “microbiota do magro”.

Segundo ela, trata-se de um medicamento manipulado para perda de peso. “Você já deve ter visto muita gente que come e não engorda. O magro tem algo diferente, que uma pessoa com sobrepeso não tem. Agora, é possível você adquiri-lo”, disse.

O composto promete uma redução de 2 a 4 kg no peso corporal, diminuição da ansiedade e eliminação das toxinas. Para isso, ele regularia o intestino, eliminaria o inchaço abdominal e limparia todas as bactérias ruins do organismo.

Na descrição, o anúncio continha informações que a microbiota é gerada graças a uma alimentação saudável. Depois de ingerir o medicamento, a pessoa teria que seguir uma dieta específica para desenvolver sua “microbiota do magro”.

Minutos depois do anúncio, o site saiu do ar e hoje informava que o produto estava esgotado —mesmo depois do encerramento das vendas, alguns internautas chegaram a mencionar que o kit era vendido por R$ 500.

A microbiota intestinal ajuda não só na digestão e absorção de nutrientes, mas na produção de hormônios e até na imunidade. Vale lembrar que cada indivíduo possui suas próprias bactérias intestinais, que começam a se formar desde o nascimento e dependem de fatores externos como amamentação na infância, desmame, alimentação, prática de exercícios.

Antônio Hebert Lancha Júnior, professor titular de nutrição da Escola de Educação Física e esporte da USP, explica que a probabilidade do medicamento dar um resultado positivo é muito remota. “Não é tão simples colocar a bactéria de uma pessoa magra em uma pessoa gorda e esperar mudanças na perda de peso. As bactérias vão estar em um ambiente hostil, não vão conseguir sobreviver e não haverá mudanças. Vai gerar uma frustração”, diz. Além disso, segundo o especialista, há comprovação científica para tal mudança e os estudos até agora só mostraram resultados em ratos.

Leia também  Com 40kg a menos, vencedora da 2ª temporada do MasterChef fala sobre saúde, cozinha e ...

Nada acontece se não houver mudanças na alimentação e na prática de atividades físicas. “Sair do sedentarismo e seguir um cardápio saudável provoca mudanças de bactérias no organismo. Por isso sempre explico que não existe uma única variável para que isso ocorra. Vender um produto como algo milagroso é uma falta de sensibilidade muito grande”, finaliza.

Podcasts do UOLOuça o podcast Maratona, em que especialistas e corredores falam sobre corrida. Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.