Pode fazer o registo (grátis) do seu mail pessoal/ profissional e ter acesso privado, password e serviços personalizados, nos sites e redes sociais dos jornais. Terá uma assinatura digital de Grupo (gratuita), mas personalizada. Pretende registar-se?

A ida ao nutricionista tem vindo a ganhar mais importância. O crescente aumento de pessoas com excesso de peso e as doenças provocadas por maus hábitos alimentares têm levado cada vez mais pessoas a procurarem um nutricionista. Mafalda Loureiro, de 31 anos, licenciada em nutrição pela Universidade Católica Portuguesa do Porto, dá consultas de nutrição no Centro Dietético S. José, nas Caldas da Rainha.

Tendo já vários casos de sucesso de pessoas que perderam peso seguindo a Dieta Pura, a nutricionista defende um estilo de vida mais saudável. “É preciso atuar na prevenção”, sublinhou. Mafalda Loureiro considera que o mais importante é mudar para hábitos alimentares mais saudáveis. 

Mafalda Loureiro defende a ida a um nutricionista como a um médico de medicina clínica ou de especialidade. “Devemos ir a um nutricionista caso existam dúvidas se este ou aquele alimento não nos está a fazer bem, se não estamos a emagrecer ou engordar como gostaríamos”, apontou. 

Trabalha com nutrição clínica há nove anos não só para pessoas que querem emagrecer, mas com “grávidas, crianças e um público que quer organizar e equilibrar a sua alimentação, para tornar o seu organismo mais saudável, proporcionando-lhe uma melhor qualidade de vida e bem-estar”. Por exemplo, é procurada por pessoas com o “colesterol elevado, obstipação, refluxo gástrico ou azia, perda ou aumento de peso, aumento de massa muscular ou simplesmente de quem quer melhorar a alimentação”.  

 “Um nutricionista pode ajudar a promover saúde, prevenindo a doença”, explicou, acrescentando que ajuda na “organização de horários da alimentação porque a vida stressada faz com que hoje em dia se coma mal”. “O melhor caminho para uma vida mais saudável é ter um plano adequado ao seu organismo e ao seu estilo de vida”, disse a especialista, que “elabora um plano especialmente para cada utente ajudando-o a perder os indesejáveis quilos a mais, de forma equilibrada ou simplesmente a melhorar a saúde”. 

Mafalda Loureiro é procurada por muitas pessoas pela “publicidade boca a boca”, uma vez que o principal fator do seu sucesso é a “motivação e excelente relação com os pacientes”.  

1-Coma alimentos com o mínimo de processamento possível. Prefira fruta, carne, peixe, frutos secos, legumes e pão de mistura. Deixe de parte comida fastfood, enlatados e conservas em frasco.

 3-Comer de duas em duas horas, o máximo três, é o grande segredo. Nunca sentirá muita fome e evita que consuma grandes quantidades de comida de uma só vez. 

4-Coma devagar e aprecie cada garfada. Mastigue calmamente cada alimento e saboreie o momento. Refeições rápidas e desorganizadas podem levar ao descontrolo do peso e aumento de volume abdominal.

5-Leve consigo a lista de compras. Vá direto aos corredores onde estão os alimentos que precisa. Os supermercados estão dispostos de forma estratégica para que compre alimentos menos saudáveis. Prefira sempre ir às compras após ter ingerido uma refeição, irá resistir mais facilmente aos outros alimentos e comprar apenas os que precisa.

6-Pratique exercício físico. Não precisa de ir obrigatoriamente a um ginásio, faça algo que realmente goste. Dance, pratique um desporto, ande de bicicleta ou simplesmente caminhe. Irá produzir hormonas que dão a sensação de bem-estar e ainda queima calorias.

Comentários