Varíola dos macacos: quais os sintomas e como evitar

Varíola dos macacos: quais os sintomas e como evitar

No Espírito Santo, até a última sexta-feira, 22 de julho de 2022, dois casos positivos da varíola dos macacos foram confirmados, e dois novos casos suspeitos estão sob investigação. No Brasil, segundo boletim recente, divulgado pelo Ministério da Saúde (MS), somam-se mais de 600 casos confirmados.

Em virtude do cenário epidemiológico da doença no território brasileiro, a Secretaria da Saúde (Sesa) aponta uma série de cuidados importantes para prevenção relacionados à varíola dos macacos. Continue lendo e descubra o que se pode fazer para evitar a doença. 

Os casos confirmados no Brasil têm apresentado características leves. Entretanto, mesmo nessas situações, o isolamento do paciente se faz necessário e se caracteriza como uma das medidas mais importantes para se evitar a transmissão do vírus.

É importante que a população fique atenta aos primeiros sintomas. Eles incluem febre, dor de garganta, de cabeça e no corpo, além de inchaço dos gânglios, que podem evoluir, dias depois, para o surgimento de lesões na pele com pequenas erupções.

Confira a publicação original

Facebook Comments