Dan Miranda, vocalista da banda Ara Ketu há dois anos, revelou com exclusividade à Quem ter eliminado 23kg na quarentena. Sem shows desde março (quase oito meses), o cantor chegou a engordar 10kg nos primeiros meses de isolamento social.“Estava sentindo a necessidade de cuidar um pouco mais da saúde, mas eu tinha perdido o senso de me cuidar. Não estava conseguindo reparar isso sozinho. Foi quando percebi, depois de uma foto tirada pelo meu filho de 4 anos, que eu estava acomodado. Não pela estética, mas aquela foto me fez entender que eu precisava cuidar de mim, da minha saúde, do meu condicionamento. Engordei 10 kg em três meses”, justificou.

Dan explicou que não tinha controle sobre o que comia e bebia e resolveu buscar ajuda profissional. “Nos primeiros meses de pandemia, totalmente isolado, descontei muita coisa na comida. Era uma forma de compensar. Saí de uma rotina de 28 shows em fevereiro, para ficar em casa sem a menor perspectiva de retorno aos palcos, pelo momento complicado que o mundo está vivendo por causa do coronavírus. Busquei ajuda profissional com o médico ortomolecular Lucas Casais, que apresentou a nutricionista Clara Dias, outra profissional que vem me ajudando nesta mudança. Quando fiz os primeiros exames, estava com as taxas alteradas e não dava para seguir assim”, explicou.O cantor, que foi a voz do Carnaval de 2013 com o hit Ziriguidum, jogava vôlei na adolescência, mas interrompeu a carreira como atleta para cantar. “Eu jogava nos times de Salvador quando adolescente e era bom (risos). Mas troquei as quadras pelos palcos e não me arrependo. Tenho um grupo de vôlei duas vezes por semana, mas está suspenso por causa da pandemia. Então, voltei a correr na areia, algo que não fazia há anos. Hoje corro todos os dias, no mínimo, três quilômetros”, conta.Mesclando o exercício aeróbico com musculação e alimentação mais saudável, Dan perdeu 23kg em 5 meses e, hoje, com 103 quilos distribuidos em 1,78 metros, sente-se mais disposto para encarar os compromissos. “Além da corrida diária, faço musculação e tenho uma nova alimentação, com horários, reposições e até o famoso ‘momento do lixo’. Emagreci 23kg, me sinto muito melhor e mais disposto para tudo. Não fico cansado ao subir escadas ou correr atrás dos meus filhos em uma brincadeira. Ontem, comi um cachorro-quente que não comia há meses. Não é uma dieta restritiva. Ficava o dia todo sem comer e depois do show, por exemplo, comia um prato bem pesado, como feijoada, rabada pra dormir. Imagine? Me alimentava mal e na hora errada”, admite.

Sonhando com o retorno aos palcos, o músico pretende levar o projeto saudável para a estrada. Inspirado, o artista voltou a compor para o Ara Ketu. “Estou com muita saudade dos palcos. Quando a rotina de trabalho for voltando ao ritmo normal, pretendo continuar esse projeto de vida mais saudável. Me sinto realmente mais disposto, voltei a compor para o Ara Ketu e pesquisar novas músicas para a banda. Estamos fechando a segunda parte do álbum Ara em Casa e, logo depois, vem um single que tem a cara do verão e estou apaixonado”, adianta.No Ara Ketu desde 2018 e com contrato renovado até 2024, o cantor comandaria a turnê Ara 40 em 2020, mas as comemorações aos 40 anos da banda foram adiadas por causa da pandemia. “Além da nova turnê, a gente tinha um projeto de um feat por mês de abril até fevereiro de 2021, mas infelizmente adiamos a realização por questões financeiras. Mudamos todo nosso planejamento e estamos na luta diária”, lamenta.Durante a pandemia, o Ara Ketu lançou o single Praça da Paixão, com participação de Ávine Vinny e disponibilizou o álbum Ara em Casa Vol.1, com direito a regravação de Telegrama, de Zeca Baleiro. A banda prepara a divulgação da segunda parte do disco para primeira quinzena de novembro e retorno aos estúdios para a produção de um novo single, que ainda tem seu nome em segredo.

Comentários