O fato foi que, Slender se trata de uma daquelas lendas urbanas em que uns acreditam e outros não. Há um tempo atrás, duas garotas de 12 anos tentaram matar uma colega de escola alegando que estariam sendo controladas pelo “magrelo sem rosto”. E isso foi um fato real que ocorreu naquela região.

Assim sendo, para evitar lembranças de incidentes reais e desagradáveis, é de certa maneira compreensível a postura da rede de cinemas. Ao menos é mais explicável que a remoção da abertura de Pokémon onde mostrava um Tentacruel gigante destruindo prédios por acharem que remeteria ao atentado terrorista às torres gêmeas.