A atriz Tássia Camargo escreveu um desabafo sobre a morte da filha, Maria Júlia, em suas redes sociais. A menina morreu no dia 14 de janeiro de 1996, aos dois anos de idade, vítima de uma doença rara, a rubéola congênita tardia.

“Dia 14 de janeiro de 1996 às 17h25 minha filha partiu. Hoje, infelizmente, completos 24 anos sem a minha filha, meu anjo dourado, Maria Júlia. Fico a imaginar como ela seria hoje. Maria Júlia tem 26 anos para mim. Ao mesmo tempo quando vejo uma menina com dois anos de idade na rua, idade que ela morreu, fico a admirar, de longe, com os meus pensamentos no passado”, escreveu Tássia.

“Ao pensar nela sinto seu cheiro, mas falta-me muito tocar sua pele. O tempo passa, a dor ameniza, mas mesmo assim é como se tivesse perdido sua presença carnal hoje. Lembro o dia 14 de janeiro de 1996 perfeitamente. Quando ela se foi, quando virou estrelinha, sentia meu ventre grávido. Por que? Não sei”, continuou a atriz, que hoje mora em Portugal.

“Sei que tenho muita saudade e determino, todos os dias que, quando eu for, serei recebida por ela e pelo meu pai que morreu em 1994. Hoje, como em 1996, uma a tristeza toma conta de mim. Te amo filha e até”, finalizou.

Tássia, que é mãe também de Pedro e Diego, recebeu apoio dos fãs. “Nossa que bebê mais fofa! Carinha de anjo mesmo. Muita empatia pela sua dor, um forte abraço”, escreveu uma seguidora. “Meu Deus não sabia que vc passou por essa dor !!! Com certeza eles vão te receber. Fiquei emocionada”, escreveu outra. “Sua filha virou linda estrelinha e está te vendo lá de cima”, escreveu um terceiro.

Facebook Comments