Taylor Swift está de volta! E a nova era da cantora já começou com a animada “ME!”, uma parceria com o cantor Brendon Urie, da banda Panic! At The Disco. A música ganhou um clipe todo colorido, dirigido por nada menos do que Wes Anderson, consagrado diretor de cinema.

Além de disponibilizar um vídeo vertical para o single, agora os fãs podem assistir o que aconteceu por trás das cenas durante a filmagem do clipe de “ME!” e o lyric vídeo da música. Confira a seguir:

Com isso, Taylor realmente resolveu deixar a sua última era para trás. Isto porque durante seu álbum passado, nenhuma entrevista foi concedida por ela. No entanto, o TS7 chegou para mudar essa estratégia, sendo que a cantora já começou a trocar algumas palavrinhas com a imprensa.

Em entrevista à Beats 1, Taylor reflete sobre a “Reputation” era ao dizer que estava sendo muito desafiadora colocando um mecanismo de defesa. “Era como refletir sobre a pessoa que você sentiu que tinha sido trabalhada e construída para você. E essa foi a primeira vez que eu fiz isso com um álbum”, conta.

“Eu estava muito orgulhosa de mim mesma por cunhar o termo ‘não haverá mais explicações, haverá apenas reputação’ e permanecer firme com isso! Eu não voltei atrás ou tentei explicar o álbum porque eu sentia que não devia isso a ninguém”.

Sobre o single “ME!”, Taylor disse que esta nova música é muito mais divertida e realmente voltada para o interior. “Eu realmente dou crédito aos fãs pelo ressurgimento completo da exuberância e excitação pela música e pela criação de novas músicas”, complementa ela.

Ainda falando dos fãs, a cantora revela que muitos deles já conhecem o título do novo álbum. “Eles são muito espertos”. Uma quantidade menor já sabe o nome até do segundo single. “Mas eu não vou revelar nada neste momento, você acha que está lidando com uma amadora?”, diz Taylor sobre os easter eggs no clipe de “ME!”.

Nesta segunda-feira (29), Taylor Swift foi a convidada da vez do programa de rádio Zach Sang Show, e a cantora falou sobre o novo single, o TS7 e saúde mental.

Ao comentar de “ME!”, Taylor conta que sempre é muito difícil escolher um primeiro single para os seus álbuns porque ela tenta fazer um álbum que é tão vasto em suas coisas.

Não há apenas uma música que possa resumir o que o álbum é. Mas eu sabia que “ME!” parecia uma comemoração. Parecia algo que poderia fazer você se sentir bem. E eu só quero isso. agora mesmo, para as pessoas. Eu quero isso para mim quando eu fizer isso. Eu quero me sentir bem, me sentir positiva e esperançosa”.

Ao discutir o que mantém as coisas “frescas” para Taylor depois de todos esses anos, ela admitiu que nem sempre se sente inspirada e feliz por fazer música.

Houve uma diferença de três anos entre os álbuns “1989 e “Reputation”, e de acordo com a cantora, foi porque ela precisou de tempo para sua saúde mental. “Não é sempre ‘fresco’ para mim”, ela admitiu.

“Houve momentos em que eu precisei tirar anos de folga porque eu me sentia exausta ou me sentia realmente pra baixo ou muito ruim. Você nunca realmente tem o mesmo processo de fazer um álbum. Agora, felizmente, eu me sinto realmente energizada, o que sou muito grata. Não é algo que eu desmereça, que eu me sinta energizada e animada com essa nova música. “