Caminhada espacial de italiana é suspensa por razão de segurança

Caminhada espacial de italiana é suspensa por razão de segurança

O centro de controle de Moscou decidiu interromper a caminhada espacial da astronauta italiana Samantha Cristoforetti, junto com o russo Oleg Artemyev, com uma hora de antecedência.    Segundo a agência espacial russa, Roscosmos, a decisão foi tomada por motivos de segurança, ligados à autonomia das baterias que alimentam os sistemas de sustentação dos trajes dos dois astronautas.    Desta forma, “foi decidido, portanto, renunciar a última das operações programadas para garantir aos dois protagonistas da atividade extraveicular o tempo necessário para retornar com segurança à Estação Espacial”.    Cristoforetti, da Agência Espacial Europeia (ESA) se tornou a primeira mulher europeia a fazer uma caminhada espacial. Ela saiu da Estação Espacial Internacional (ISS) às 12h (horário de Brasília), acompanhada de Artemyev.    O objetivo era trabalhar na instalação do European Robotic Arm (ERA), um braço robótico montado no lado externo da ISS, no módulo russo Nauka, em uma atividade que duraria cerca de sete horas.    A dupla foi para implantar 10 nanossatélites projetados para coletar dados eletrônicos e colocar em prática uma lança telescópica para ajudar em futuras caminhadas espaciais.    “Mais uma vez Samantha é uma precursora. Obrigado pelo seu papel em mostrar a todos, mulheres e homens, o que é determinação e empenho na concretização de um objetivo”, disse à ANSA o astronauta Luca Parmitano que, como Cristoforetti, faz parte da ESA.

Confira a publicação original

Facebook Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published.