A trilogia de Batman: O Cavaleiro das Trevas, de Christopher Nolan, ofereceu uma versão mais sombria e realista de Batman, Gotham City e todos os criminosos que vivem nela, entre os Dr. Jonathan Crane, também conhecido como Espantalho, o único vilão a aparecer em todos os filmes. A trilogia de Nolan começou em 2005 com Batman Begins, apresentando Christian Bale como o novo Batman e Liam Neeson como Ra’s al Ghul, e servindo como uma reinicialização muito necessária do universo Batman nas telonas após a fraca recepção de Batman & Robin de Joel Schumacher.

Batman Begins foi seguido por Batman: O Cavaleiro das Trevas em 2008, que tinha o Coringa (interpretado por Heath Ledger) como o principal vilão, e que se tornou um dos melhores filmes de super-heróis já feitos. A parte final na trilogia, Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge, chegou em 2012 e teve Bane (Tom Hardy) como vilão, junto com Talia al Ghul (Marion Cotillard), e introduziu uma nova Mulher-Gato (Anne Hathaway).

Interpretado por Cillian Murphy, Jonathan Crane/Espantalho era um psicofarmacologista corrupto que trabalhava como Administrador Chefe do Asilo Arkham. Sua especialidade era a psicologia do medo, e usava uma toxina que induzia o medo para torturar criminosos e praticamente qualquer um que estivesse a caminho.

Crane foi introduzido em Batman Begins e teve participa̵̤es menores em Batman: O Cavaleiro das Trevas e Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge Рmas por que ele foi o ̼nico a aparecer em todos os filmes?

É muito comum no mundo do cinema os diretores terem seus atores favoritos, por isso você os vê em quase todos os filmes que eles fazem – como Martin Scorsese e Robert DeNiro, e Tim Burton e Johnny Depp. Christopher Nolan também tem seus favoritos, e Cillian Murphy é um deles.

Além da trilogia do Batman, Murphy apareceu em A Origem e Dunkirk, então, nesse sentido, não é de surpreender que Nolan tenha decidido mantê-lo por mais um tempo, mesmo que Espantalho não tenha tido um papel importante nos filmes do Batman a seguir. Mas em termos narrativos, Nolan poderia ter tido outros motivos para trazer o Espantalho de volta.

A aparição de Espantalho dá uma sensação de continuidade aos filmes, servindo como elo entre todos eles. Alguns fãs apontaram que teria sido estranho se Crane e suas ações não tivessem sido mencionadas pelo menos em Batman: O Cavaleiro das Trevas e Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge, dado o tamanho da trama de Batman Begins que ele ajudou a montar.

O Espantalho foi trazido de volta de maneiras que realmente se encaixavam na história da trilogia: Batman o pegou no início de Batman: O Cavaleiro das Trevas e passou muito tempo na prisão como resultado da Lei Dent. Em Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge, Bane libertou os prisioneiros da Penitenciária de Blackgate, como o próprio Crane, que presidiu uma corte mais tarde.

Outros apontaram que “medo” era o tema presente em todos os filmes, e Crane era o personagem que o representava, e por isso ele foi incluído em cada história. Nem Nolan nem Murphy deram uma razão para o Espantalho aparecer em todos os filmes da trilogia do Batman, mas acabou ajudando a uni-los, e foi feito de maneiras que não pareciam forçadas e que foram coerentes com a trama de cada filme.

Comentários