Categorias
Curiosidades

Volta de Fina Estampa na Globo reacende escândalos com agressão de Christiane Torloni e Lilia …

Com a suspensão das gravações das novelas da Globo, a emissora optou por reprisar alguns sucessos do passado nas faixas horárias das 18h até às 21h. No lugar de ‘Amor de Mãe’ retornará uma versão compactada de Fina Estampa, exibida em agosto de 2011 até março de 2012, na mesma faixa horária.

A trama, para alguns, foi considerada sem graça e não trouxe à emissora carioca grandes retornos, é ousado dizer ainda que, há quem diga, que a ‘Fina Estampa’ não foi um dos maiores sucesso da Globo. Pois bem, sendo ou não sendo um verdadeiro estouro, a dramaturgia de Aguinaldo Silva conta com diversas curiosidades de bastidores e história que valem a pena relembrar.

Interpretada por Lilia Cabral, Griselda trabalha como uma faz tudo desde que seu marido desapareceu no mar, há 20 anos. Sem vaidades nem arrependimentos, a personagem coloca o bem-estar de sua família sempre em primeiro ligar. Devota de Nossa Senhora de Fátima, vive maldizendo o falecido, que a deixou com três filhos para criar e cheia de dívidas.

Ao longo da trama, Pereirão ganha na mega sena e se torna uma mulher fina. O clássico macacão é substituído por peças clássicas e elegantes, com terninhos inspirados na estilista Coco Chanel.

CURIOSIDADE DO PERSONAGEM: Para caracterização de Grizelda, a equipe precisou abusar dos truques de maquiagem que davam um efeito de uma pele completamente natural, como se não houvesse um resquício se quer dos produtor ali. Lilia Cabral também precisou deixar crescer os pelos do buço, que, em cena, eram pintados nas laterais para destacar mais ainda.

Socialite, que acredita ter a vida perfeita, casada com o chef Renê, por quem é loucamente apaixonada, e mãe de Patrícia e Renê Junior. Herdeira da fortuna dos pais, sempre procura manter-se ocupada mantendo o nome e a honra da família, além de abusar das mais requintadas formas de gastar dinheiro.

CURIOSIDADE DO PERSONAGEM: Christiane Torloni precisou alongar seu cabelo com megahair em tom castanho claro. Para interpretar a garota de programa Luana, Joana Lerner usou uma peruca de dread locks e uma maquiagem borrada propositalmente.

Na época em que interpretava Cristina, Christiane Torloni foi acusada de ser extremamente rude com a produção da novela, além de, segundo acusações, ter agredido uma das maquiadoras da Globo.

Um dos personagens mais icônicos da trama, que futuramente ganhou um filme solo nos cinemas, é o fiel mordomo de Tereza Cristina. O personagem se destaca na trama por conta de seu visual moderno e o comportamento devoto à patroa, a qual se refere como “a Rainha do Nilo”, “a Filha de Osíris”, “Sereia da Núbia”, “Divina Ísis”, “Poderosa Filha de Rá”, “Majestosa Rainha das Terras Férteis”, “Soberana de Luxor”, “Pitonisa de Tebas”, “Magnânima de Tebas”, “Poderosa de Gizé”, entre outras expressões.

Crô, interpretado por Marcelo Serrado, tem um namorado misterioso cuja identidade não revela a ninguém, nem sequer à Tereza Cristina. A única pista que se tem do rapaz é um escorpião tatuado no pé.

CURIOSIDADE DO PERSONAGEM: Seu “uniforme” de trabalho era composto por bermudas de alfaiataria, camisas sociais, blazers e mocassins. De preferência o sapato deveria estar combinando com o cinto. Entre os acessórios essenciais do personagem, era clássico entre eles a coleção de óculos bem coloridos e suas gravatas borboletas. Crô também era fã da Madonna e mantinha em sua casa um altar em homenagem à cantora.

Vale dizer que a inusitada coleção de óculos coloridos de Crô, algo incomum na época, virou tendência alguns anos depois e, atualmente, quase dez anos após a trama, ainda é muito utilizada entre todas as idades e gêneros. As armações coloridas e extravagantes se tornaram um verdadeiro sucesso.

Formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, trabalho na área há cinco anos e tenho experiência em TV, rádio, agência de publicidade, redação, atendimento, assessoria de imprensa, planejamento de mídias digitais, apresentação, edição de vídeo e imagem.

Comentários