A apresentadora disse que nunca soube o quanto realmente ganhava com seus shows. “Nunca soube o que ganhava nem quanto de lucro meus shows davam. Fui tão inocente que me roubaram muito. Posso dizer que eu trabalhei na Argentina, na Europa, na Espanha e depois de um tempo, a única coisa que encontrei foram dívidas. Nunca soube quanto ganhei na Argentina. Nunca soube o que o canal me pagava e jamais perguntei”, falou.

“Eu me senti abusada, usada. Eu gostava muito da Marlene, a amava e colocava meu amor e respeito por ela acima de qualquer coisa”, disse. Questionada se teve alguma relação com a empresária além de profissional, Xuxa negou: “Não, e creio que se tivesse tido, não iria aguentar”.

Xuxa comentou que dinheiro nunca foi uma grande preocupação sua, e que, por isso, acabou sempre deixando a parte financeira na mão de outras pessoas. “O pior é que as pessoas começam a trabalhar comigo e, ao ver que não vou atrás de dinheiro, sentem que são eles os responsáveis pelo que eu sou. Nunca fiz nada para ganhar mais dinheiro porque jamais me interessei”, disse.

Ela diz que a decepção com Marlene lhe ensinou “a desconfiar das pessoas” e a não deixar que uma só pessoa gerencie a parte financeira de sua carreira. “Lamentavelmente, nunca terminamos de conhecer ao ser humano, e quanto mais conheço, mais gosto dos animais e das crianças”, desabafou.

“Talvez eu tenha aguentado porque era muito ingênua. Se eu sou ingênua agora, com 55 anos, imagina como era aos 18 anos? Ele fazia coisas comigo que eu não merecia. Foram seis anos da minha vida que estive com ele. Ele me enganou muito. Demais. Ao ponto em que essas mulheres com quem ele me traía estavam no mesmo lugar que eu, e todo mundo sabia. Menos eu, claro. Ele escreveu um livro e detalhou as mulheres com quem ele esteve quando nós estávamos juntos”, contou.